ForumAJSP

Por favor Entre ou registe-se.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Pesquisa avançada  

Notícias:

SMF - Just Installed!

Autor Tópico: Portugueses Medievais vs Mamelucos  (Lida 1640 vezes)

FMartins

  • Associados e Convidados
  • Full Member
  • ******
  • Offline Offline
  • Mensagens: 190
Portugueses Medievais vs Mamelucos
« em: 23 Junho 2013 12:31:04 am »

Portugueses Medievais vs Mamelucos
PT – Filipe Martins
Mamelucos – Jorge Neto


Porque nem só de Ligas e de Torneio vive o homem, hoje deu-se o primeiro confronto histórico entre os exércitos do Sultão dos mamelucos e o exército d’ El-Rei de Portugal. Foi uma surpresa semi-agradável para as hostes lusitanas, agradável porque o Sultão era um gajo porreiro, semi porque os mamelucos são umas carraças duras de morrer!
Para o terreno, usamos o material do Jorge, e para além de colocarmos as peças do costume (campos abertos, plantações, etc.) ainda colocámos mais uns adereços só para dar um melhor aspecto à mesa.



Como os turco-egípcios traziam um exército exclusivamente de cavalaria, optei por ceder a iniciativa (acho que foi isso!) para poder mover primeiro, encurtando o espaço de manobra ao meu adversário. Este, manhoso, optou por deixar o meio do seu campo quase vazio, investindo nos flancos, no esquero com cavalaria beduína e mais uns árabes para lhe dar “punch”, e no direito com o topo de gama do exército, cavaleiros de elite (glup!) posicionados mesmo em frente à minha infantaria “poor” (ou “pobre”, como diz a malta que traduz o inglês à letra...).









Logo de início, com movimentos duplos e isso, mandei uns ginetes para o sacrifício, esperando com isso atrasar o flanco forte do adversário.  Por todo o lado os meus ligeiros disparavam todos os virotes, flechas e zagaias que podiam sem com isso lograr alcançar algum resultado que se visse. O meu adversário também não tinha mais sucesso, diga-se de passagem. E entretanto, chamou uma marcha de flanco... que não veio.
Aqui, o Sultão a tirar umas fotos aos seus “meninos”.



O Sultão voltou a chamar a marcha de flanco e nada...
Entretanto avançavam as restantes tropas, nomeadamente a reserva (de Kn, cavaleiros professos das Ordens Militares).




Veio a primeira carga e o primeiro corpo a corpo e os ginetes começaram a sentir-se apertados... e mais apertados ficaram com uma carga de flanco efectuada pela elite! Perdido o combate, fugiram, foram apanhados à má fila, desintegraram-se e o inimigo ficou assim bem próximo das minhas tropas.



“Bom!”, pensei eu, e os mamelucos, numa manobra maluca, mandaram a sua cavalaria ligeira numa “dança com lobos” bem por trás da minha infantaria... e bem à frente dos meus cavaleiros professos! Estes, olhando pelos buracos dos seus elmos, acharam que “sim, é possível, é possível!”, carregaram e... nada! Mas no corpo a corpo o resultado foi o esperado e os árabes foram exterminados.



1-1   para os portugueses!
Do flanco esquerdo egípcio, mais cargas, e os besteiros de garupa lusitanos procuravam por-se a milhas. Enquanto estivessem a empatar, menos mal.


No centro, cavalaria e infantaria pesadas, depois de perderem tempo com uns turcomanos miseráveis, decidiram “forçar a barra” e desataram a avançar por ali fora.






Os meus “lanceiros defensivos”, confrontados com uns chatos de uns “ghilman” à distância de uma cuspidela, decidiram carregar. “Carregar com lanceiros defensivos??? Mas o homem ‘tá parvo ou quê???” Quê! Carregando não teria qualquer POA, mas como o meu adversário, arqueiro a cavalo, também não a tinha, era uma questão de dados. E se empatasse, a seguir ficávamos empatados no corpo a corpo... com a diferença que eu tinha mais dados! Carreguei e... ele baixou um nível de coesão! E depois fomos ao combate e... os mamelucos saltaram fora!







2-1 para os tugas, e o Sultão nem queria acreditar! E a marcha de flanco que não chegava! Não chegava? Ai chegou sim!
E no flanco esquerdo egípcio, os meus besteiros foram finalmente apanhados à má fila e tiveram o que mereceram. Marafados!  Arraçados de castelhanos!





2-2, ganham os portugueses!
Entretanto, os meus lanceiros “pobres” eram carregados por dois grupos de cavaleiros de elite (glup!). Os infantes lá aguentaram e, claro, os cavaleiros tiveram de recuar. E depois foi a minha vez de os carregar, desta feita com cavaleiros desmontados. À frente, a marcar o passo, vinha a Morte com a sua gadanha... os mamelucos bem que se esforçaram, mas a Morte forçou-os a recuar quase para cima de uns amigos que estavam ali perto.





E lá chegou, por fim (rrronc!) a famosa marcha de flanco.


Tudo estava pronto para mais umas cacetadas, cada um de nós com vantagem num flanco, mas a ampulheta ditou que, após umas quatro horas de jogo (bem, talvez 2.30h de jogo, que o resto foi de conversa), era chegado o tempo de se fazerem as pazes.
« Última modificação: 02 Julho 2013 10:30:07 pm por FMartins »
Registado

jorneto

  • Associados e Convidados
  • Jnr. Member
  • ******
  • Offline Offline
  • Mensagens: 70
Re: Portugueses Medievais vs Mamelucos
« Responder #1 em: 23 Junho 2013 09:44:32 pm »

Bem... foi a estreia dos mamelucos. Tenho que reconhecer que se movimentaram de forma muito atabalhoada (até na marcha de flanco) e em nenhum momento foram uma verdadeira ameaça para os portugueses. Estes por sua vez, assim que perceberam que não havia nem mulheres nem vinho no campo egipcio, deixaram de se esforçar - pois, portugueses!.

ah, o resultado final foi 13-13 (olha a surpresa...)
Registado

JEspecial

  • Associados e Convidados
  • Snr. Member
  • ******
  • Offline Offline
  • Mensagens: 400
Re: Portugueses Medievais vs Mamelucos
« Responder #2 em: 24 Junho 2013 02:34:30 pm »

Agora que o Faná e o Toni apanharam o Zéze na cas do Big Brother não há quem os apanhe no Pute Crime!

E estes Mamelukos pareceram-me muito malukos... Quando cavalaria Elite perde para Infantaia Poor, é porque algo não vai bem no Cairo.

Gostei do terreno só para a vista! :)
Registado

FMartins

  • Associados e Convidados
  • Full Member
  • ******
  • Offline Offline
  • Mensagens: 190
Re: Portugueses Medievais vs Mamelucos
« Responder #3 em: 27 Junho 2013 01:22:47 am »

Gostei do terreno só para a vista! :)

Ficou fixe, não ficou? O Jorge ia arrumar aqueles adereços quando eu lhe disse "dá cá essa porcaria!" e comecei a distribuir montículos, sebes e árvores pela mesa. Acho que ficou mais agradável do que jogarmos em cima de um relvado escocês...
Registado
 

Página criada em 0.024 segundos com 37 procedimentos.